Acnur agradece atendimento imediato da Venezuela a colombianos deslocados pela guerra

  • En General
  • Hora actualización: 17/02/2017 | 12:32 pm
  • Por AVN

A Agência das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) agradeceu a Venezuela por atender rapidamente aos mais de 200 camponeses colombianos que no último dia 11 de fevereiro saíram da região de Catatumbo, na Colômbia, em direção ao estado do Zulia. Eles buscavam proteção pelas ameaças de supostos grupos armados ilegais que pretendiam entrar no Catatumbo após o processo de desmobilização das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia-Exército do Povo (FARC-EP).

"O Acnur agradece a resposta solidária e rápida das autoridades da Venezuela que acolheram estes refugiados e outros milhares que tiveram que fugir da violência em seus países de origem", afirmou a agência em uma nota à imprensa.
A agência destacou que a rede nacional de proteção de refugiados da Venezuela foi acionada de imediato com a direção do presidente da República, Nicolás Maduro, e a participação do governador do Zulia, Francisco Arias Cárdenas; a prefeitura do município Jesús María Semprún, a Comitê Nacional para os Refugiados (Conare), Defensoria do Povo, Exército Bolivariano, Proteção Civil e a Polícia Regional, com a cooperação de representantes do Acnur.
"O papel dos movimentos sociais como a Frente Fronteiriça pela Paz e líderes comunitarios tem sido essencial para um rápido atendimento das pessoas recém chegadas", acrescentou o Acnur.
Atualmente, as instituições envolvidas realizam um diagnóstico preliminar das necessidades dos cidadãos colombianos para canalizar ajuda humanitária imediata.
Igualmente, o Acnur e Conare começaram um registro individual de casos para incluir no sistema de refúgio aquelas pessoas que querem ficar na Venezuela, e coordenam ações para oferecer proteção aos que desejam voltar para a Colômbia, quando existam condições adequadas como parte do processo de paz neste país.

NUESTRA PORTADA DE HOY

TEMAS

TAMBIÉN EN GENERAL